Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Poemas e Versos!

Poemas e Versos!

Contraste

 E naquela madrugada fria Gritei teu nome ao vento O vento estava forte Era um vento vindo do norte.  Tanto chamei por ti Que acabaste por chegar A madrugada virou manhã E tu vieste para me amar.  O teu corpo estava frio E no meu corpo quente o juntaste O choque foi tão grande Que gemidos de mim arrancaste.  Teus beijos quentes e molhados Tua força brutal no sexo Era um contraste que me excitava Molhando assim meu sexo.  O vento acabou por acalmar E na minha cama deixou Teu corpo quente e brutal Que num vendaval se transformou.  Nesta manhã de contrastes já não chamava teu nome Já não precisava do vento Somente do teu amor.    Poema de minha autoria :    Carla Granja.

2 comentários

Comentar post